Projeto

Financiamento
Direção-Geral da Investigação Científica e Técnica do Ministério da Ciência e Inovação do Governo da Espanha. Projetos de Pesquisa Básica Orientada do VI Programa Nacional de I + D + I 2008-2011. Edital 2012.
Prazo de Execução:
De 01/02/2013 a 31/01/2016

Justificativa
RESCLIMA responde à necessidade de explorar como é internalizada e expressa em diferentes sociedades e grupos as representações sociais sobre as mudanças climáticas, com especial atenção para os processos de transposição científica, interpretação e negociação de sentido que configuram ditas representações. Também interessa explorar e desvelar os mecanismos "epidemiológicos" que fazem com que certas teorias profanas se expandam e cheguem a ser compartilhadas por diferentes sociedades e grupos populacionais, independentemente de sua coerência com o conhecimento científico.

Hipótese
A relação entre o conhecimento científico e o conhecimento popular é complexa e não pode ser entendida como mera transposição da ciência para a sociedade. Para representar as mudanças climáticas, as sociedades contemporâneas usam elementos (conceitos, teorias, imagens, etc.) que tem origem no conhecimento científico, mas os transform e integram para tornar-se elementos constitutivos das representações sociais que formam a base da cultura ambiental contemporânea. A construção da cultura popular sobre o "objeto"  mudanças climáticas obedece a uma lógica diferente à sua construção como objeto científico. O conhecimento da epistemologia da cultura popular pode melhorar a educação e a comunicação em relação as ameaças consequentes das mudanças climáticas.

Objetivos
A) Identificar os elementos estruturais da representação social das mudanças climáticas, considerando seu caráter universal ou idiossincrático.
B ) Traçar um retrato cultural das representações sociais das mudanças climáticas no contexto iberoamericano (Espanha , Portugal , México e Brasil ) .
C ) Analisar a influência de diferentes variáveis na representação social das mudança climáticas.
D ) Identificar relações entre as representações sociais das mudanças climáticas e o comportamento da população.
E) Analisar o papel dos diferentes meios de comunicação e mediadores na construção das representações sociais das mudanças climáticas.
F) Identificar pautas de comunicação e educação mais coerentes com as ameaças projetas pelas Mudanças Climáticas e para favorecer mudanças significativas no estilo de vida da população.

Metodologia
O material empírico será obtido através de diferentes técnicas, seguindo o princípio da triangulação metodológica ( qualitativa e quantitativa) e procedimental: pesquisas de opinião, grupos de discussão, questionários , análise de mídia e análise de materiais curriculares.